Quem tem boca vai a Roma, mas não pode torcer pelo Santos em pleno Pacaembu


TEXTO ENVIADO PELO INTERNAUTA PARA O EMAIL DO BLOG. QUEM ESTIVER INTERESSADO EM PUBLICAR UM TEXTO NA BLITZ DO ESPORTE, ENTRE EM NOSSA PÁGINA DE CONTATOS E SAIBA COMO.

Fabiano Marques Anadão

Santista desde 1981
tel: (11) xxxx-7680

Não sei se meu e-mail será lido porem antes de minhas justificativas gostaria apenas de sugerir ao Santos e a Federação Paulista de Futebol que nos próximos “espetáculos” organizem melhor a forma de vender os ingressos e a forma de organizar o público. Limitadores de fila, banheiros químicos, policiamento intensivo e quiosques de venda de comida deveriam ser obrigação uma vez que a demora na venda dos ingressos foi infinita.

Gostaria que meu comentário fosse passado adiante não em um ato de revolta ou de total tristeza, mais sim pelo simples fato de um pouco mais de respeito ao torcedor brasileiro tão fiel aos seus times e as suas tradições.

Fiquei ontem por 12 horas na fila para compra dos ingressos para a final do campeonato paulista no ginásio do Ibirapuera. Por todas estas 12 horas cantamos o amor ao time e nossa fidelidade à camisa alvinegra que tem um passado e um presente só de glórias. Foram 12 horas cansativas, sem paradas para ir ao banheiro ou para se alimentar de forma digna uma vez que não encontrei esta infra-estrutura nas proximidades.

Muitos podem pensar que sou desocupado ou um simples moleque. Pelo contrário, tenho 28 anos, trabalho e por amor à camisa, deixei de lado minha vida profissional para mais uma vez realizar meu sonho de ver o meu time de coração ser campeão. Ao meu lado na fila muitas mulheres, crianças, idosos e jovens demonstrando que a torcida do Santos é bem familiar e fiel a seu clube.

Lutamos por 12 horas ininterruptas e no final das contas ganhamos um portão na cara sem justificativas ou ao menos um respeito ao ser humano, além de um reforço policial para nós mandar embora. O pior é que ao longo do dia só identifiquei uma viatura policial que não fez esforço nenhum para impedir que cambistas comprassem vários ingressos.

Infelizmente fomos tratados iguais a lixo e sem nenhum respeito.

Fiquei sem meu ingresso, um simples ingresso para mais um jogo dentro tantos outros de minha vida, mas ganhei mais algumas histórias, uma dor no pé e nas costas e um sentimento de impotência muito grande. Não vou poder ver meu time jogar!

Gostei da comparação que o presidente fez do Santos com o Cirque Di Solei. Realmente em relação à diversão e espetáculo os dois são muito parecidos embora prefira o Santos, mais em organização temos que progredir muito. Quem fica 12 horas na fila para comprar um ingresso de teatro e sai sem ele? Quem paga de R$ 120,00 a R$ 250,00 para assistir um “espetáculo” e tem que fazer xixi em uma garrafa de água mineral? Quem respeita o organizador do espetáculo respondendo de forma intensa ao apelo de lotar ao estádio para incentivar o time e recebe em troca “carinhos” de policiais tão educados?

Infelizmente este é nosso Pais e esta é nossa organização. Logo, logo teremos copa do mundo aqui no Brasil para inglês ver; quer dizer para inglês para alemão, para francês por que brasileiro não vai passar nem perto.

Vamos mudar nossa organização. Vamos atrair mais jovens, mulheres, crianças e idosos para os estádios. Vamos acabar com a violência. Vamos respeitar o TORCEDOR.

Agradeço quem leu até este ponto. Você já esta fazendo a sua parte!

Abraços,


BLITZ DO ESPORTE: Agradeço ao internauta, Fabiano Marques, que nos enviou o email esclarecendo a situação real vivida por ele.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: